PortalNippon = O seu conteúdo digital do Japão

Segunda, Mar 27th

Últimas atualizações01:06:59 PM JST

Você está aqui Tecnologia Celular Sony lança smartphones para quem quer tecnologia sem gastar muito

Sony lança smartphones para quem quer tecnologia sem gastar muito

sony-xperia-t2

A Sony Mobile apresentou na terça-feira(14) dois novos dispositivos focados no consumo audiovisual, os smartphones Xperia E1 e Xperia T2 Ultra voltados para o consumidor que quer um aparelho de alto padrão, mas não faz questão de um gadget de luxo.

O Xperia T2 Ultra conta com uma tela de seis polegadas e resolução de 720 x 1280 pixels, processador Snapdragon de quatro núcleos com 1,4 GHz, 1 giga de memória RAM e 8 GB de armazenamento - que podem chegar a 32 GB com o uso de memória externa.

Segundo a Sony Mobile a bateria de três mil miliampéres equilibrará o elevado consumo da tela grande.

O novo dispositivo, que será vendido nas cores preto, branco e roxo, possui câmera de 13 megapixels e outra frontal de 1,1.

O Xperia T2 Ultra vem com apps de fábrica, como "Portrait Retouch", um espelho virtual que permite experimentar diferentes efeitos de maquiagem antes da foto ser tirada, e o "Timeshift Burst", que captura 31 imagens em dois segundos, antes e após apertar o botão, para capturar o melhor instante.

O smartphone tem 7,6 milímetros e pesa 173 gramas, o que o transforma, segundo o diretor de marketing da Xperia, Calum MacDougall, em um produto "extremamente portátil" voltado para o entretenimento.

Também foi apresentado o Xperia E1, um "smartphone" com tela de quatro polegadas e resolução de 800 x 480 pixels.

O dispositivo, equipado com um processador de núcleo duplo de 1,2 GHz e uma memória RAM de 512 mega, também nas cores preto, branco e roxo.

NO E1 a Sony destacou o alto-falante de cem decibéis e a tecnologia ClearAudio, com a qual o usuário pode melhorar o som e equalizar as frequências.

Ambos os smartphones terão a opção simples e dual chip. Os aparelhos devem ser lançados mundialmente no primeiro semestre, mas os preços ainda não foram revelados.

EFE


asaki-ueji_footer