PortalNippon = O seu conteúdo digital do Japão

Domingo, Dec 04th

Últimas atualizações01:06:59 PM JST

Você está aqui Home

Ecologista é condenado a dois anos de prisão no Japão

Peter Bethune

Peter Bethune, famoso ecologista neozelandês, foi condenado em Tóquio, nesta quarta-feira, a dois anos de prisão condicional por ter tentado impedir a caça de baleias por navios japoneses na Antártica.

O militante de 45 anos, foi processado por ter ferido no rosto um marinheiro japonês ao jogar um frasco de ácido butírico contra o baleeiro japonês ¨Shonan Maru 2¨, em fevereiro, em águas da Antártica, como parte de uma campanha de protestos da associação ecológica Sea Shepherd.

O juiz Takashi Wada, declarou que o acusado foi condenado a dois anos de prisão com remissão de cinco anos a partir da data do veredito.

Bethune também foi acusado de ter entrado ilegalmente no Shonan Maru 2, ao cortar com uma faca uma rede de proteção, para protestar contra o naufrágio de seu veleiro, o Ady Gil, que se chocou no dia 6 de janeiro com o navio japonês.

O militante admitiu ter jogado o ácido butírico, mas negou a acusação de agressões e ferimentos.

O neozelandês se declarou culpado de outras quatro acusações: obstrução de atividades comerciais, violação de propriedade privada, destruição de bens alheios e porte de arma proibida.

Fonte: AFP


asaki-ueji_footer