PortalNippon = O seu conteúdo digital do Japão

Sexta, Dec 09th

Últimas atualizações01:06:59 PM JST

Você está aqui Home

Saúde psicológica dos brasileiros é tema de palestra em Hamamatsu

Saude psicologica dos brasileiros e tema de palestra em Hamamatsu

No dia 1 de agosto foi realizado o “Debate em Portugues III”, com o tema “A saúde psicológica das famílias brasileiras no contexto da sociedade japonesa”, na Universidade de Arte e Cultura de Shizuoka. A palestra contou com os palestrantes, Shiguehiro Ikegami (Professor da Universidade de Arte e Cultura de Shizuoka) com o tema “Condições de vida e trabalho dos brasileiros no Japão após a crise econômica”, Lucia Yamamoto (Professora da Universidade de Shizuoka) com o tema “A saúde psicológica na comunidade brasileira de Hamamatsu”, e Sandra Caselato (Psicóloga, membra do SABJA) com o tema “Saúde emocional dos brasileiros no Japao”.

Eunice Ishikawa (Professora Associada da Universidade de Arte e Cultura de Shizuoka) participou da palestra como moderadora e Marcos Yokoyama (Coordenador de Relações Internacionais do Governo de Shizuoka) como comentarista.

O professor Shiguehiro Ikegami apresentou o levantamento da pesquisa feita na província de Shizuoka sobre a situação dos brasileiros após a crise, e os dados mostraram que ainda é grande o número de desempregados. De acordo com a pesquisa do professor, renda per capita do brasileiro no Japão caiu drasticamente, mas por outro lado aumentou o número de brasileiros que querem fixar residência no país.

A professora Lucia Yamamoto apresentou o levantamento da pesquisa relacionada à saúde mental dos brasileiros no Japão, e mostrou que as principais queixas psico-sociais são estresse, depressão e isolamento social. Também foi relatado na pesquisa que vem crescendo o número de brasileiros que já pensaram ou tentaram se suicidar, já que não é comum um brasileiro se suicidar facilmente, visto que no Brasil existe a influência religiosa e cultural que não aceita tal ato.

A psicóloga Sandra Caselato falou sobre a saúde emocional dos brasileiros no Japão. De acordo com relatório, muitos não aceitam que estão passando por problemas psicológicos e não procuram ajuda chegando ao extremo de pensar em suicídio como a unica solução. Sandra Caselato disse que os motivos que levam uma pessoa a pensar em suicídio são diversos, mas a psicologia pode ajudar o paciente a encontrar uma outra solução que não seja o suicídio. A psicóloga disse que a principal queixa que recebe são de conflitos familiares, como violiência doméstica, mas no último ano aumentou o número de queixas por problemas financeiros, depressão e problemas de aprendizagem e comportamento dos filhos.


asaki-ueji_footer